750_2017314142524885

Maíra disse estar muito feliz com o convite

GGB escolhe Jornalista Maíra Azevedo, criadora da Tia Má madrinha da 16ª Parada do Orgulho LGBT da Bahia e da VI Semana da Diversidade.

Salvador, Bahia, 15 de março de 2017. Do GGB

O Grupo Gay da Bahia (GGB) escolheu a jornalista Maíra Azevedo, criadora da personagem Tia Má como madrinha da 16ª Parada do Orgulho LGBT da Bahia, que acontece na capital baiana no dia 10 de setembro próximo.  Maira foi reconhecida pelo site blogueiras negras na lista das vinte e cinco mulheres negras mais influentes da internet sucesso graças a sua personagem Tia Má, criada após a jornalista ter recebido uma “catada horrível”, e ter decido criar um vídeo ensinando um homem a se dirigir de forma educada a uma mulher.

O vídeo recebeu tantos visitantes que a jornalista decidiu criar um canal no Youtube para falar de sexo, machismo, LGBTfobia de forma bem-humorada, uma resposta individual, que cada pessoa pode criar para educar e denunciar a opressão do gênero.

De acordo com o presidente do Grupo Gay da Bahia, Marcelo Cerqueira, a escolha da jornalista para ostentar a faixa de madrinha se deu por ela reunir em si a síntese da mulher negra vitoriosa na vida e no trabalho, por possuir pensamento crítico sobre os temas da atualidade envolvendo sexualidade, cultura, comportamentos sociais e artes, ser formadora de opinião junto e fora da comunidade negra e de gênero, por meio de suas inserções inteligentes e articuladas em meios nacionais de comunicação de massa.

A jornalista respondeu ao convite do GGB nessa terça-feira, feliz pelo reconhecimento de sua atuação ativista reconhecida pela entidade.  “Me sinto honrada em ter recebido esse convite! Aprendi em casa que o combate a homofobia, a lesbofobia e a transfobia não é uma luta restrita a população LGBT e sim de todas as pessoas que estão comprometidas em desenvolver um país mais justo” declarou Maira Azevedo, Tia Má.

O GGB reconhece ainda que no trabalho jornalístico, postura cotidiana, gestual e modo de comunicar-se com a sociedade em geral aspectos reveladores de que entre mulheres, gays, lésbicas, travestis e transexuais existem mais semelhanças que desigualdades, por reconhecer que esses grupos sofrem vítimas do machismo e do sexismo, mas que graças as novas tecnologias de comunicação social estão virando esse jogo. Essa virada de mesa inclui também o resgate da vítima e do agressor.

A jornalista receberá faixa de madrinha em cima do trio oficial da 16ª Parada do Orgulho LGBT da Bahia, ao tempo que fará discurso de abertura do cortejo de trios que saem por volta das 15h do Campo Grande Centro de Salvador e percorre o mesmo circuito do carnaval do centro de Salvador.

No período de 4 a 10 de setembro a cidade recebe a VI Semana da Diversidade que reúne atividades culturais artísticas, seminários e mostra de filmes todos os eventos aberto a participação gratuita do público. O Destaque da programação vai para a ‘Mostra Anos Setenta” que vai reunir filmes, música e artes dos anos de setenta e discutir como isso influenciou os novos movimentos LGBT nas artes.

Preta Gil, primeira dama Fátima Mendonça, Edson Cordeiro, cantor Geronimo, Ivete Sangalo e Daniela Mercury consta na relação de agraciados com o titilo de padrinho ou madrinha pelo GGB. O evento é uma realização do Grupo Gay da Bahia (GGB) com apoio da Prefeitura do Salvador, Governo da Bahia, Laboratório Sabin, Shopping da Bahia e Embaixada do Canadá.

Mais informações (71) 999894748

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: