GGB ganha Prêmio República de Valorização do Ministério Público Federal

Salvador, Bahia, sexta-feira, 28 de abril de 2017 – Do GGB – O Grupo Gay da Bahia (GGB) é um dos finalistas na categoria Responsabilidade Social da V Edição do Prêmio República de Valorização do Ministério Público Federal, instituído há quatro anos pela Associação Nacional dos Procuradores da República no Distrito Federal. A relação dos finalistas foi divulgada na última quarta-feira, 25 em Brasília. A iniciativa institucional premiada foi o site HOMOFOBIA MATA https://homofobiamata.wordpress.com/ que representa único banco de dados de crimes letais  com motivação na orientação sexual ou identidade de gênero da vítima.

O site existe desde 2009, servindo de fonte para alimentar órgãos governamentais, a imprensa nacional e internacional com dados estatísticos e tabelas, cobrindo todos os estados brasileiros, com especificação demográfica das vítimas e as causas mortis. Nesse último  dia 26, o programa Profissão Repórter  da Rede Globo de Televisão, utilizou esses dados para chegar à conclusão de que o Brasil é o pais que mais mata LGBT no mundo: 40% dos assassinatos ocorrem em nosso país, um “homotranscídio” por dia. O programa mostrou o calvário da travesti Dandara no ceará. No inicio do mês de março, Dandara aparece recebendo diversos tapas e chutes, cacetadas por um grupo de homens naquele Estado, depois eles carregam Dandara em um carro de mão, jogam em um terreno baldio e disparam tiros de pistola contra ela que morre. Este caso pela brutalidade chocou toda a sociedade Cearense, e Brasileira.

O site atualmente é hospedado gratuitamente na plataforma do WordPress e monitorado por três voluntários. O GGB comemora o resultado da seleção :“ Não é toda hora que se ganha prêmio, ainda mais de uma entidade tão séria como a Associação Nacional dos Procuradores da República” comemora Marcelo Cerqueira, presidente da entidade, informando também que decidiu escrever a iniciativa para especialmente iniciar um debate com o Sistema de Justiça Brasileiro. Cerqueira pretende ampliar a questão do debate sobre a criminalização da homofobia e iniciar uma cultura da importância do entendimento do Delegado de Polícia, o Promotor Público e Juiz que crimes contra LGBT são crimes motivados pelo ódio e aplicação da Lei deve ser urgente, mesmo que para isso seja necessário aplicação de penas alternativas. ” A sociedade não pode conviver com a sensação de impunidade, em relação aplicação justa da Lei, nesses caso”, defende Cerqueira.

A entrega do Prêmio acontece na primeira quinzena de maio, em Belo Horizonte, reunindo todos os demais premiados. O site HOMOFOBIA MATA é coordenado pelo antropólogo Luiz Mott, fundador do GGB em 1980, e pelo criador e pesquisador do site, Eduardo Michels, do Rio de Janeiro. Como valor do prêmio, 5 mil reais, O GGB pretende investir para melhorar a plataforma web e dar mais capilaridade a iniciativa nacionalmente.

Regsitrou mais de  1.386.807.00 visualizações de todo o mundo, 121 países,: os Estados Unidos aparece em primeiro lugar, seguido de Portugal, Reino Unido, Itália e Alemanha. Ucrania, Lituânia, Kwait, Tailândia, predominando visitantes brasileiros.

A nova versão do site vai receber conteúdos informativos com endereços, telefones, e-mail de  dirigentes dos órgãos públicos nacionais que compõem o Sistema de Justiça, extensivo ao movimento social de direitos humanos nas principais capitais.

https://homofobiamata.wordpress.com/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: