RELATÓRIO GGB – 2017

BRASIL, CAMPEÃO MUNDIAL DE CRIMES LGBT-FÓBICOS Em 2017, aproximadamente a cada 20 horas, um LGBT morre de forma  violenta por motivação homotransfóbica no Brasil. Fruto também de um levante conservador que contamina a população com discursos impregnados de ódio, e que a todo custo quer nos aniquilar e calar nossa voz. Os números são contabilizados…