Material homenageando Gilda localizado no acervo doado pelo Grupo Gay da Bahia (GGB).

em

Salvador, Ba, 12/04/21 “[…] As ações de “Gilda” incomodavam os senhores que frequentavam o espaço denominado Boca Maldita, que se dizia tribuna independente de Curitiba, onde se reuniam cidadãos aposentados ou desocupados para olhar as moças que por ali transitavam, falar de política e falar mal dos desafetos. Seu líder era Anfrisio Siqueira, que institucionalizou a Boca onde inclusive distribuía comendas a seus frequentadores, desviando-se dos propósitos iniciais de jogar conversa fora. Neste espaço institucionalizado, Gilda era persona non grata.
Mas Gilda tinha também admiradores que a consideravam rainha da Rua XV, onde reinou alegre por vários anos. […]”
DE BONI, Maria Ignes Mancini de. “Gilda”: vivendo sob o preconceito numa cidade provinciana, um sim a vida.

A equipe do Centro de Documentação Prof. Dr. Luiz Mott (Cedoc) do Grupo Dignidade/ IBDSEX segue organizando os materiais das 30 caixas doadas pelo Grupo Gay da Bahia (GGB) com parte do acervo reunido durante a trajetória de 40 anos do grupo mais antigo em funcionamento ininterrupto na América Latina, fundado em 1980.
Se você tem algum material sobre a temática LGBTI+, como livros, jornais, revistas, CDs, DVDs, fotos, folders, cartazes, produção acadêmica etc., estamos aceitando doações para o CEDOC:

Centro de Documentação Prof. Dr. Luiz Mott,
Av. Mal. Floriano Peixoto, 366, cj. 43 Centro
Curitiba-PR 80010-130
dignidade@grupodignidade.org.br
41 3222 3999 / 41 99725 3999

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s