Últimas Notícias

Esse é o Portal do Grupo Gay da Bahia

Luxo e Glòria do Baiano Evandro de Castro Lima no Rio Maravilha

Um efeito especial de Tantos Carnavais realçando o luxo e a beleza de “Tributo à Vaidade”, fantasia histórica apresentada por Evandro de Castro Lima em seu último desfile no Hotel Glória, em 1985.

Um efeito especial de Tantos Carnavais realçando o luxo e a beleza de “Tributo à Vaidade”, fantasia histórica apresentada por Evandro de Castro Lima em seu último desfile no Hotel Glória, em 1985.

Evandro nasceu em Salvador em 29 de janeiro de 1920 e faleceu na cidade do Rio de Janeiro em 24 de fevereiro de 1985. Era formado em advocacia, mas foi consagrado como figurinista, bailarino e carnavalesco, não só do Rio, mas do Brasil. Era um homem muito bonito, gestos finos, apesar disso ganhou fama de valentão na velha São Salvador, porque precisava se defender contra quem não gostava do seu jeito de ser e de viver. Deu porrada em muito macho abusador no Porto da Barra.

Evandro foi mal compreendido na Salvador da época por sua orientação sexual, assim, como muitos para poder viver e ser feliz, se exilou no Rio de Janeiro.Com isso a Bahia perdia e o Rio ganhou um presente, recebia uma pessoa que mais tarde se transformaria na persona das artes e do carnaval carioca sendo referência para todo o Brasil. A sofisticação, gosto pelo luxo, a sua fama e glória conquistou os corações dos cariocas e da mídia da época. 

“Queremos promover a memória do carnavalesco para a sua terra, a cidade de Salvador, agora mais inclusiva e humana. Expor sua arte para a cidade e as novas gerações terem a oportunidade de conhecer a trajetória desse grande artista! Disse Marcelo Cerqueira, presidente do GGB.

Conhecer esse carnaval de luxo e a arte dos figurinos de Carnaval, conhecer o criador e a criatura. As criações e as glórias dos concursos dos bailes de carnaval. 

Ainda como registro o Grupo Gay da Bahia (GGB), sugere ainda a Câmara Municipal a nomeação de logradouro público ou novos circuito de Carnaval com o nome do artista, assim como fez a cidade do Rio de Janeiro, dando o seu nome, ainda em vida, há uma rua no Recreio dos Bandeirantes, no bairro da Tijuca.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaques da Semana