SÃO TIBIRA DO MARANHÃO: 4º Centenário do primeiro índio mártir da homofobia no Brasil (1614-2014) Lançamento de dois livros na Biblioteca dos Barris, 9 dezembro, 18hs.

Salvador, BA, sábado, 6 de dezembro de 2014 –  1614: poucos meses após sua instalação no Maranhão, os franceses, liderados pelo capuchinho  Frei Yves d’Evreux, foram informados da existência de um famoso “Tibira”, termo da língua tupi para  descrever os índios homossexuais. Na época a sodomia era considerada pela Cristandade “o mais torpe, sujo e…